no trilho dos livros

“A viagem não acaba nunca. Só os viajantes acabam. E mesmo estes podem prolongar-se em memória, em lembrança, em narrativa. Quando o visitante sentou na areia da praia e disse: “Não há mais o que ver”, saiba que não era assim. O fim de uma viagem é apenas o começo de outra. É preciso ver o que não foi visto, ver outra vez o que se viu já, ver na primavera o que se vira no verão, ver de dia o que se viu de noite, com o sol onde primeiramente a chuva caía, ver a seara verde, o fruto maduro, a pedra que mudou de lugar, a sombra que aqui não estava. É preciso voltar aos passos que foram dados, para repetir e para traçar caminhos novos ao lado deles. É preciso recomeçar a viagem. Sempre.”

José Saramago

Nem sempre é possivel ir, comprar um bilhete, mergulhar num mercado exótico, ser abordado mil vezes na rua, sentir o cheiro da comida, das pessoas… não, nem sempre é possível! Por isso os livros acompanham-nos, em casa, no sofá, e por esse mundo fora. Como diz Saramago, a viagem não acaba nunca e esperemos que as vossas possam, por exemplo, começar num livro e quem sabe continuar por esse mundo, que mais não é que uma “ervilha”.

Neste pequeno espaço, que vamos tentar manter atualizado, deixaremos sugestões de leitura, principalmente, claro está, sobre este tema apaixonante que são as VIAGENS… mas não só!!!!


“NOS PASSOS DE MAGALHÃES” de Gonçalo Cadilhe

Nos passos de Magalhães - Gonçalo Cadilhe

Fernão de Magalhães é famoso em todo o mundo. A sua vida dava para um livro. E para uma viagem. Nos Passos de Magalhães faz as duas coisas: um livro de viagens que tem como fio condutor a vida de Fernão de Magalhães.

De Lisboa às Filipinas, da Micronésia à Patagónia, de África a Insulíndia, Gonçalo Cadilhe construiu uma biografia itinerante do primeiro europeu a chegar ao pacífico e reconstruiu a viagem realizada há 500 anos, a primeira a volta do globo.

Nos Passos de Magalhães é a história de lugares mágicos contada pelos olhos de um viajante moderno. Ao mesmo tempo que nos guia pela Lisboa dos Descobrimentos, pelas ruas de Sevilha, pelas fortalezas no Índico ou pelas tribos da Patagónia, Gonçalo Cadilhe reinventa a viagem de um homem que conquistou o seu lugar no mundo. E provoca no leitor o desejo de partir.

Gonçalo Cadilhe (oficial website)    |    Comprar Livro


“VOLTA AO MUNDO EM 80 DIAS” de Júlio Verne

Este é um daqueles clássicos de infância. Quem nunca leu o livro ou viu uma das muitas versões do filme? Quem é que não se empolgou com as mirabolantes aventuras de Phileas Fogg e do seu imprevisível Passepartout? O livro conta a história de Mr. Fogg, um gentleman inglês, um homem solitário e endinheirado, que um dia aposta com os amigos que consegue dar a volta ao mundo em apenas 80 dias… e consegue graças à Linha Internacional de Data (um dia voltaremos a esta famosa linha e primeiros relatos sobre a mesma, que por acaso foi com  o nosso Fernão Magalhães). Mas voltado ao livro, as viagens deste aventureiro e das peripécias engendradas para levar a cabo a empreitada são extraordináriamente apimentadas com o humor e carácter singular do jovem Passpartout, seu criado. Um clássico, simplesmente….


“PEREGRINAÇÃO” de Fernão Mendes Pinto

PeregrinaçãoO livro dispensa apresentações, por isso, roubámos as ilustres palavras de Aquilino Ribeiro:

“Formoso livro de aventuras, como não há segundo na língua portuguesa é a Peregrinação de Fernão Mendes Pinto. O autor, depois de andar vinte anos pela Ásia, soldado, negociante, pedinte, embaixador, cortesão, jesuíta, pirata, «treze vezes cativo, dezassete vendido», pega da pena e escreve. Escreve na sua casinha do Pragal, frente ao Tejo, pobre e desiludido, saudoso dos bons e aventurosos tempos, e, ao largo dos acontecimentos, é provável que a memória, senão a fantasia, falseie o pormenor. Mas, em geral, palpita no que nos conta a mais viva das realidades.

(continuar…)

—– Sobre Literatura de Viagens —–

Instituto Camões – Literatura de Viagens

Enhanced by Zemanta
Anúncios

2 responses to “no trilho dos livros

  1. Boa tarde,

    Se me podiam mandar os ficheiros dos mapas 30 e 31 seria um grande favor.

    Obrigado.

    Daniel LESPARRE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s