Linha do Tua a Pé

Linha do Tua (os meus trilhos)

Finalmente decidimos percorrer a pé a Linha do Tua, pelo menos na zonas onde for possível. Este é um sonho de longa data, mas que só agora se tornou realidade, ou melhor vai tornando, uma vez que vai ser feito em “pequenas” etapas.

Talvez o facto de a Barragem do Tua estar já em avançada construção e de não ser verosímil que haja algum retrocesso (infelizmente), decidimos calçar as botas e fazermos-nos à estrada… ui, perdão, à linha!

O vale do Tua é um regalo para os olhos. O rio quase selvagem rompe o vale a custo, pedra a pedra. Deixa a trás de si um serpenteado profundo, águas cristalinas e uma paisagem deslumbrante.

Mas a verdade é que, paulatinamente, há duas ou três coisas sobre as quais temos vindo a refletir:

Primeiro, é inegável que a construção da barragem, e deixamos de lado a discussão sobre os impactos económicos, irá destruir um valiosíssimo património paisagístico e natural, cujo valor é incalculável.

Em segundo lugar, uma parte substância das estações que se estendem ao longo da linha (principalmente aquelas que se situam onde o vale é mais profundo) situam-se longe das povoações mais próximas, pelo que não conseguimos imaginar como é que esta linha pode, no mundo hodierno, servir algumas destas povoações.

Depois, como já referimos, é inegável o valor natural e paisagístico do vale do Tua e o potencial turístico que o mesmo encerra. Contudo, ambientalistas, as populações locais/autarquias, todos nós, se calhar acordámos tarde demais para a defesa da linha. Só quando a vimos verdadeiramente ameaçada é que nos lembrámos que era necessário fazer algo que potenciasse o interesse turístico da mesma… se calhar foi tarde demais.

Se a linha, e sejamos claros, não parece sustentável comercialmente, o potencial turístico e o desenvolvimento da mesma nesta vertente poderiam ser um veículo para a sustentabilidade e para atenuar as assimetrias que o interior sofre.

Linha do Tua (sandra e Sérgio

Cá estamos nós (Sérgio e sandra) no Viaduto das Fragas Más, ao km 5,6

A linha do Tua é uma infrastrutura ferroviária, cavada a suor nas rochas escarpadas do rio Tua. Construção iniciada ainda no final do Séc.XIX, no seu auge ligou a estação de Tua a Bragança, num total de 144km. A linha está hoje condenada. Resta-nos dar a conhecer a todos está maravilha nascida do empenho e labor conjunto do homem e da natureza.

Bem, mas vamos a coisas práticas:

Preparar a viagem (distâncias, cuidados, etc…)

– A primeira coisa que é necessário tomar atenção é que a circulação de locomotivas pela linha se encontra  suspensa entre… Por isso, pode ir descansado pela linha, não vai  aparecer nenhum comboio no final da curva :-)

– Pense quantos km quer fazer por dia. caminhar na linha, nas traves e cascalho é bem mais lento do que em estrada. Programe no máx. 20 km por dia.

– Programe o seu trajeto por forma a chegar a alguma estação a tempo de apanhar o táxi que o trará de volta ao ponto de partida.

– No Verão, leve bastante água, uma vez que é difícil encontrar pontos de água potável ao longo da linha.

Transportes:

  1. Até à Foz do Tua (ver localização), nas margens do Rio Douro, é possível viajar de comboio desde Campanhã (Porto), através da Linha do Douro. Para mais informações consultar os horários em vigor disponibilizados pela CP.
  2. A circulação de automotoras atualmente limita-se ao percurso entre Carvalhais-Mirandela-Cachão (veja aqui os horários)
  3. Nas zonas onde está suspensa a circulação de automotoras (entre Cachão e Foz do Tua), existe um serviço de táxis que faz o percurso, por estrada, claro :-) (Note que muitas vezes a estrada é bastante afastada da linha). Para mais informações, contactar o serviço de táxi através do n.º 917534718 (táxi Viriato). Normalmente, existem 2 serviços, um pela manhã e outro ao final do dia.

Percursos:

1ªParte: Tua – Brunhedanovo_animado

2ªParte: Brunheda – Abreiro !!!!em atualização!!!!

Fotos:

Clique na fotos para aceder à galeria de fotografias que preparámos sobre a Linha e o Vale do Tua.  !!!!em atualização!!!!

linha do tua-1-2

Na preparação desta “viagem” foi imprescindível a informação que recolhemos do Blog “A linha é Tua”, que pode ser consultado http://alinhaetua.blogspot.pt . Muito obrigado ao seu cuidadoso criador!

Anúncios

2 responses to “Linha do Tua a Pé

  1. Pingback: Linha do Tua a Pé – 1ª Parte (Tua – Brunheda) | os meus TRILHOS·

  2. Pingback: Linha do Tua a Pé - 1ª Parte (Tua - Brunheda) | Os meus trilhosOs meus trilhos·

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s